Weby shortcut
Youtubeplay
Moodle

Amostragem estratificada em inventário florestais

Criada em 23/08/17 10:33.

A amostragem estratificada funciona como um controle local. É o mesmo fundamento da blocagem em experimentação científica, em que cada estrato deve ser tratado como um bloco de um experimento. Neste casos, nas análises, elimina-se o efeito do bloco ou do estrato, o que traz vantagens nos resultados. A principal vantagem é a redução da variância amostral, que fica dividida em vários componentes. Cada bloco ou estrato terá a sua própria variância e vai corresponder a uma componente na análise.

Em termos mais práticos você pode usar a amostragem estratificada quando você tem diferentes tipologias florestais, como mata e cerrado. Uma mata mais densa e outra mata mais aberta. Em plantios você pode estratificar pela idade, cada idade sendo um estrato. Há ainda a estratificação por idade em matas nativas, quando se analisa a regeneração natural, colocando as plântulas, arvoretas e árvores, cada uma em um estrato.
As análises serão as mesmas de uma amostragem aleatória simples. Serão produzidos intervalos de confiança para cada estrato e depois pode-se fazer uma média ponderada pelo tamanho de cada estrato e estimar um intervalo de confiança total.
Saudações florestais!
Prof. Fábio Venturoli
Listar Todas Voltar